Procurar:
Ensino > Graduação

GRADUAÇÃO MÉDICA

 

O Departamento de Psiquiatria ministra e participa de cursos na graduação médica da Escola Paulista de Medicina desde o primeiro até o sexto ano.

 

Primeiro ano médico

 

a) Observação das Práticas Médicas. Este é um curso interdepartamental, ministrado no primeiro semestre do ano letivo. Seu objetivo é aproximar progressivamente o aluno recém ingresso na EPM à prática médica, por meio da observação de profissionais em cenários hospitalares, ambulatoriais, unidades básicas de saúde e centro obstétrico. A elaboração da experiência ocorre em um segundo momento, em grupo de discussão com presença de professores de várias áreas: Psiquiatria, Pediatria, Disciplinas Básicas, Disciplinas Clínicas e Cirúrgicas. Nossa contribuição se faz no campo do conhecimento da relação médico-paciente, bem como na observação das experiências emocionais dos alunos.

 

b) Psicologia Médica I. Este curso é de responsabilidade do Departamento e ocorre no segundo semestre do primeiro ano. Seu objetivo é capacitar e incentivar o aluno a conhecer as pessoas, habilidade fundamental para o médico, aplicando o modelo integral (visão integral do ser) e integrado (ações integradas) em saúde. Para tanto, são discutidos em pequenos grupos de alunos textos sobre Mitologia, História, Filosofia, Psicanálise, Antropologia, Sociologia e Literatura.

 

Segundo ano médico

 

a) Psicologia Médica II. Este curso é de responsabilidade do Departamento e ocorre no primeiro semestre. Seu objetivo é desenvolver a capacidade de observação e comunicação do aluno dentro do modelo biopsicossocial e despertar o seu espírito crítico quanto à relação médico-paciente. Para tanto, propomos o aprofundamento dos tópicos abordados no curso Psicologia Médica I, bem como a vivência supervisionada dos primeiros contatos com os pacientes em regime hospitalar.

 

b) Semiologia Integrada. O curso é coordenado pelo Departamento de Psiquiatria com a colaboração de médicos de outros Departamentos, como Obstetrícia e Ginecologia, Clinica Médica e Pediatria, e ocorre no segundo semestre. Seu objetivo é capacitar o aluno ao exercício de uma semiologia integrada, que incorpora os aspectos biológicos, psicológicos e sociais. Ao final do curso, o aluno estará mais capacitado para a observação da relação, comunicação, e das formas de adoecer. Ele também terá aprofundado a capacidade para a realização de entrevistas para as diferentes áreas de atuação no campo médico.

 

Terceiro ano médico

 

a) Semiologia das Relações Humanas. Este curso faz parte do Módulo Semiologia Humana, que é ministrado no primeiro semestre juntamente com as Disciplinas de Clinica Médica, Pediatria, Diagnóstico por Imagem e Informática em Saúde durante todo o primeiro semestre. Seu principal objetivo é capacitar e treinar o aluno para o relacionamento pessoal presente na tarefa médica. Para tanto os alunos são convidados a apresentar suas experiências práticas durante a anamnese e exame físico dos pacientes e poder reconhecer e significá-las. São realizadas discussões em pequenos grupos, sempre com o mesmo professor, de maneira que se crie também o contato pessoal professor-aluno. Contribui para a informação e para a formação do futuro médico.

 

b) Psiquiatria. Este curso ocorre no segundo semestre do terceiro ano, quando os alunos já estão agrupados em turmas menores (30 alunos) para o ciclo clínico específico. Seu objetivo é possibilitar ao estudante reconhecer e intervir nos transtornos mentais mais prevalentes na população e discernir, nos casos de maior complexidade, quanto à necessidade de encaminhamento específico para os serviços especializados na área de saúde mental. Para tanto, são enfatizados: conhecimento teórico, habilidades e técnica de entrevistas para elaboração da história de vida e estabelecimento de sua relação com o início do transtorno mental. Os alunos são treinados ainda para a realização do exame psíquico, para o conhecimento dos principais transtornos mentais do ponto de vista epidemiológico e psicopatológico e das intervenções terapêuticas. No final do curso, o aluno deve reconhecer e intervir nos pacientes que apresentam transtornos mentais que estão ao alcance do clínico geral. É um curso teórico e prático.

 

Quarto ano médico

 

a) Atenção à Saúde Integral da Mulher e da Criança. O Departamento de Psiquiatria participa desta unidade curricular do ciclo clínico, juntamente com os Departamentos de Medicina Preventiva, Ginecologia e Obstetrícia e Pediatria. O objetivo é possibilitar ao aluno vivências e reflexões sobre a relação médico-paciente no atendimento médico da gestante e da criança num serviço de saúde pública e no modelo de equipe multidisciplinar. Desta maneira, o curso possibilita ao aluno: 1) refletir sobre as questões pertinentes aos diferentes olhares implicados no atendimento de uma gestante e da dupla mãe-bebê, tanto em relação às variáveis médicas e sócio-culturais quanto às psicológicas que envolvem cada caso; 2) acompanhar o aluno e subsidiá-lo na construção de diagnóstico, indicações terapêuticas e prognóstico, para além da questão médica; 3) discutir as dinâmicas dos atendimentos e dos instrumentos usados para os mesmos, priorizando a focalização de dinamismos ocorridos na relação médico-paciente nas diferentes situações; 4) oferecer ao aluno instrumentos de observação nas consultas para detecção de indicadores de patologias precoces da criança, a partir de disfunções da relação mãe-bebê; e 5) recortar e discutir dinamismos que envolvem a prática médica numa equipe multidisciplinar.

 

Quinto ano médico

 

a) Internato em Psiquiatria. Constitui-se de estágio de 120 horas em Psiquiatria, com 80% de atividades práticas que ocorrem em pronto socorro, enfermaria e ambulatórios de Psiquiatria. Seus objetivos são: 1) capacitar o estudante para o reconhecimento, diagnóstico e desenvolvimento de habilidades relativas ao manejo terapêutico psicofarmacológico e psicoterápico dos transtornos psiquiátricos mais prevalentes na prática médica; 2) capacitar o estudante a reconhecer e lidar com as disfunções profissionais e com os distúrbios emocionais que podem ocorrer durante a formação (Graduação e Residência Médica) e o exercício profissional em Medicina. Espera-se que a unidade curricular propicie ao estudante conhecimento e habilidades para: diagnóstico e tratamento dos quadros de ansiedade, depressão e abuso/dependência de substâncias psicoativas; atendimento de quadros psiquiátricos que se apresentam em serviços de pronto-socorro; diagnóstico e tratamento de quadros psiquiátricos graves, particularmente em pacientes internados e sob cuidados de equipe multiprofissional; aplicação de psicoterapia/recursos psicoterápicos na prática clínica e reconhecimento e manejo do estresse psicológico inerente à formação médica no Internato, na Residência Médica e no exercício profissional.

 

b) Internato - Centro Alfa de Habilidades. O Departamento de Psiquiatria participa desta unidade curricular prática junto com outros Departamentos da EPM, sob coordenação da Pró-Reitoria de Graduação. O seu objetivo é possibilitar ao aluno vivências e reflexões, sob forma de supervisões personalizadas, dos quadros psicopatológicos mais prevalentes em um ambulatório de Clínica Médica geral e fazer correlações com observações psicodinâmicas implicadas na relação médico-paciente. Desta maneira, o curso promove: 1) capacitação do estudante para o reconhecimento dos principais aspectos psicopatológicos e nosográficos encontrados na assistência médica geral, além de desenvolver as primeiras condutas farmacológicas e/ou psicoterápicas; 2) desenvolvimento da sensibilidade para a percepção de funcionamentos psicodinâmicos, com o reconhecimento de comunicações verbais e não verbais, além da percepção e manejo das angústias emergentes no atendimento médico; 3) interesse pela busca de informações, a partir da pesquisa nas principais bases de dados eletrônicas e impressas, com uma postura crítica e articulada às outras especialidades médicas.

 

Sexto ano médico

 

Internato - estágio eletivo em Psiquiatria. Este estágio eletivo é constituído somente de atividades práticas para os alunos. O programa envolve atividades nos serviços de pronto socorro, enfermaria psiquiátrica e interconsulta psiquiátrica no hospital geral.


    •   

       

       

       




  •   Referência em ensino deste 1933

      Cadastra-se

    Copyright © 2017, Universidade Federal de São Paulo
    Direitos Autorais | Privacidade

       Departamento Psiquiatria - Universidade de São Paulo  


       
       Endereço: Rua Borges Lagoa, 570 - Vila Clementino , São Paulo - CEP: 04038-020
       Contato: 11 5576-4990 - Fax: 11 5571-7254

       Horário de funcionamento: Segunda à Sexta, das 8h às 17h