Você està na pàgina do Proad, um programa do Departamento de Psiquiatria da Unifesp.


HOME > SETORES > NEUROCIÊNCIAS > LINHAS DE PESQUISAS

Linhas de Pesquisas

Sistema endocanabinóide;

Objetivos: O sistema endocanabinóide exerce um importante efeito modulatório sobre vários neurotransmissores por todo o sistema nervoso central. Sabe-se que este sistema está envolvido nos mecanismos de aprendizagem e memória, na dependência de drogas e em várias psicopatologias do eixo II. Neste sentido, nosso objetivo é estudar os eventos neuroquímicos relacionados com a sinalização endocanabinoide em modelos animais de dependência de drogas (preferência condicionada ao local e sensibilização locomotora) e depressão (estresse crônico moderado e variável).

Plasticidade neuronal e transtornos psiquiatricos em modelos animais

Objetivos: Através de estudos comportamentais e imunohistoquimicos o objetivo desta linha é estudar alterações neuroquímicas em modelos animais de depressão (estresse crônico moderado e variavel) e dependência dr drogas (preferencia condicionada ao local e sensibilização locomotora.)

Manipulação farmacologia do sistema endocanabinóide e seu impacto comportamental e neuroquímico em modelos animais de depressão :

Objetivos: Depressão é uma síndrome de caráter crônico, recorrente e debilitante, afetando em torno de 20% da população mundial. Embora o tratamento atual para depressão em geral é seguro e efetivo, ele está muito longe de ser considerado como ideal. Sabe-se atualmente que os transtornos do humor são decorrentes de problemas no processamento de informações dentro de uma determinada rede neural e que os antidepressivos atuariam através de uma melhora gradual no processamento das informações dentro desta circuitaria. Neste sentido, embora a neurotransmissão química sejam cruciais para a transferência da informação entre os neurônios, as informações no cérebro não são armazenadas em um formato químico, mas sim por meio de complexas interações dos neurônios dentro de uma determinada rede neural. Estas redes desenvolver-se-iam através de interações com fatores externos. Desta forma, a estrutura neural e os neurotransmissores estariam constantemente sob a influência da plasticidade dependente de uso, melhorando o processamento e armazenamento de informações relevantes. Uma das formas de plasticidade amplamente descrita na literatura é a neurogênese no giro denteado de roedores adultos. Alguns trabalhos mostraram que enquanto o estresse crônico inibe a neurogênese, o tratamento crônico com várias classes de antidepressivos estimula a neurogênese hipocampal. Recentemente foi sugerido que a manipulação farmacológica do sistema endocanabinóide apresenta efeito antidepressivo em uma variedade de modelos animais. Ainda, este sistema tem um papel crucial no controle da proliferação, diferenciação, migração e sobrevivência de novas células neurais. No entanto, pouco se sabe sobre o papel do sistema endocanabinóide no processo de neurogênese em um cenário patológico, como a depressão. Portanto, o objetivo do presente trabalho é de verificar a influência da manipulação farmacológica do sistema endocanabinóide em camundongos submetidos ao modelo do estresse crônico moderado.

Envolvimento do sistema endocanabinóide em modelos animais de dependência ao álcool: estudo comportamental e neuroquímico Objetivos: Em decorrência de sua forte influência modulatória sobre outros sistemas de neurotransmissão (como o dopaminérgico, GABAergico e glutamatérgico) em estruturas do sistema límbico e núcleos da base, o sistema endocanabinóide tem sido atualmente foco intenso de pesquisas nas plasticidades neuronais associadas as psicopatologias. Nesta linha de pesquisa, serão avaliados os efeitos neuroquímicos de drogas de manipulam o sistema endocanabinóide em modelos animais de dependência ao álcool, como a preferência condicionada ao local e sensibilização locomotora. Os aspectos neuroquímicos serão estudados mediante técnicas de imunohistoquímica para os receptores canabinoides (CB1, CB2 e TPRV1) e para importantes marcadores neuronais (c-Fos, Fos B, CREB, pCREB, DARPP32, BDNF).

Mecanismos neurobiológicos da acupuntura em modelos animais de dependência ao álcool

Objetivos: Recentemente verificamos que a eletroacupuntura foi capaz de reverter a sensibilização locomotora induzida pelo etanol e que estes efeitos foram decorrentes da normalização na expressão de RNAm da proteína Homer1a no córtex frontal, hipocampo e estriado. A fim de ampliar os conhecimentos sobre os mecanismos envolvidos nesta ação da eletroacupuntura, a presente linha verifica a influência dos receptores opióides e canabinóides sobre a expressão de DARPP32, BDNF e CB1 em animais submetidos a sensibilização locomotora induzida pelo etanol.

 
NOTÍCIAS

Blog do Proad informa
Confira as principais notícias com relação à Dependência Química. Os especialistas do Proad colocam em debate polêmicas da atualidade.

EVENTOS

Reunião Clínica do Proad no anfiteatro Lemos Torres
Evento que será realizado no dia 13/08 contará com a presença da Secretária Nacional de Políticas sobre Drogas (SENAD), Dra. Paulina Duarte.


LIGA ACADÊMICA DE FARMACODEPENDÊNCIAS DA UNIFESP