Você està na pàgina do Proad, um programa do Departamento de Psiquiatria da Unifesp.


HOME > SETORES > ASSISTÊNCIA > DEPENDÊNCIAS DE COMPORTAMENTOS

Dependências de comportamentos

Missão:

Promover assistência a portadores de dependências de comportamentos como jogo, sexo, compras, uso de internet ou dependências afetivas, ensino a médicos residentes e estagiários dos cursos da instituição, divulgação de informação sobre a dependência na mídia e pesquisa neste campo, pautados pela ética, multidisciplinaridade, individualidade e compreensão e reflexão sólidas sobre o fenômeno da dependência, em suas dimensões filosófica, psicodinâmica e fisiológica.

Atendimento:

São oferecidas atividades como participação em grupos de psicoterapia de acolhimento paradependentes de comportamentos, psicoterapia breve tematizada em grupo, psicoterapia processual grupal, grupos de desligamento de orientação comportamental e operativa, psicoterapia individual, acompanhamento psiquiátrico dos participantes do programa de tratamento, terapia ocupacional e arteterapia. Os pacientes são também convidados a participar da coleta de dados para as atividades de pesquisa, e, concomitantemente à passagem pelos passos do programa de tratamento usual, têm suas necessidades terapêuticas avaliadas, discutidas e, de acordo com nossos recursos, contempladas.

Equipe:

Dr. Aderbal Vieira Junior
Psic. Thais Maluf
Psic. Walter Mattos
TO Ana Paula Malachowski
TO Marina Perrone
estagiários em psiquiaria, psicologia e terapia ocupacional

Pesquisa:

Aplicação de diversos instrumentos de pesquisa psiquiátricos e psicológicos para a produção de conhecimento quantitativo no campo das dependências de comportamentos, transtornos do impulso e suas comorbidades psiquiátricas.

Reflexão e discussão clínica, estudo e elaboração de material teórico para produção e aprofundamento do pensamento sobre o fenômeno da dependência, e as particularidades desta quando o objeto é um comportamento.

Objetivo:

Desde 1994, o PROAD pesquisa e oferece assitência a dependentes de Jogo e de Sexo, baseados na observação de diversas semelhanças entre estes fenômenos, que denominamos dependências não-químicas, ou de comportamentos, e as farmacodependências. A partir de 2005, nossas atividades passamos também a atender dependentes de compras e de internet e dependentes afetivo, de modo a dar conta da demanda que nos atingia e da observação de mudanças sociais e culturais observadas, como as relativas ao uso de computadores e telefones celulares.

Nosso tratamento privilegia a compreensão mais complexa e aprofundada do fenômeno da dependência, tendo como objetivo não apenas a mera promoção de comportamento adequado ou promoção da abstinência de determinado comportamento, mas principalmente auxiliar o paciente a compreender os motivos, sentidos e história envolvidos na relação com determinadas ações, de modo a ajudá-lo a recuperar a liberdade de escolha que sente que foi perdida.

Para isto, oferecemos um programa de tratamento com várias conformações de psicoetrapia, grupal e individual, psicodinâmica, comportamental e ocupacional, além de tratamento psiquiátrico de eventuais comorbidades clínicas concomitantes.

Atendemos ambulatorialente, indivíduos adultos e que desejem de espontânea vontade se tratar.

 
NOTÍCIAS

Blog do Proad informa
Confira as principais notícias com relação à Dependência Química. Os especialistas do Proad colocam em debate polêmicas da atualidade.

EVENTOS

Reunião Clínica do Proad no anfiteatro Lemos Torres
Evento que será realizado no dia 13/08 contará com a presença da Secretária Nacional de Políticas sobre Drogas (SENAD), Dra. Paulina Duarte.


LIGA ACADÊMICA DE FARMACODEPENDÊNCIAS DA UNIFESP